quinta-feira, novembro 01, 2007

Mesenger ou IMfied como ferramenta.



Agora parece que conseguimos superar a falta de massa cinzenta em um cérebro de Neanderthal e vamos acertar com isso.

sexta-feira, outubro 06, 2006

Descobrindo como funciona

Essa ferramenta parece ser interessante. Vamos descobrindo a cada passo o que é funcional e o que não é.
  • Um
  • Dois


quarta-feira, agosto 23, 2006



Entre árvores e passarinhos, pode-se viver com tranquilidade longe dos centros urbanos, cercado por muito do que a natureza tem de bom para nos oferecer.

quarta-feira, maio 10, 2006

Réquiem

Lamento informar a todos que por motivo de tragédia no cyber espaço o meu blog anterior, o saudoso Dondivim ? Oncotô ? Proncovô ? , foi acometido de um mal súbito que ocasionou o falecimento do mesmo, sem perspectiva de ressurreição para ele, seja qual for a crença religiosa. Lamentamos profundamente e agradecemos os votos de apoio nessa hora difícil.

sexta-feira, dezembro 16, 2005

Trevas no asfalto, Negros fatos.

Enquanto permanecemos alheios, distantes como se nossos irmãos não morassem nessa cidade mas em outro planeta, quem sabe um Marte distante, coisas como o recente sequestro de jovens da favela de Vigário Geral continuarão a acontecer impunemente. Afinal, distantes de nossos olhos, permanecerão apenas como numeros, quiçá algarismos em covas que serão usadas para dar sorte no jogo do bicho. Enquanto nos considerarmos criaturas do negro asfalto, distantes de nossos irmãos que moram nas favelas, fatos como o sequestro desses jovens serão rotina. Temos que vê-los como pessoas que são, como Douglas, Roberto, Renato, Antonio, Renato dos Santos, Vanderson e Emerson. Gente como a gente, e não estatísticas no papel morto e fedorento dos jornais.

quinta-feira, novembro 10, 2005

Éramos cinco !

Hoje é dia dez de novembro. Exatamente a um ano atrás morria o meu irmão Kleber. Passaram-se 365 dias e ao mesmo tempo parece que ele não morreu. Por mais incrível que pareça, nós não pensamos que aqueles que são mais novos que nós irão morrer primeiro que nós. Queremos que não seja verdade mas a realidade é que nossos entes queridos não se encontram mais conosco. Pensamos no que deveríamos ter falado e não falamos. No que não deveríamos ter dito e dissemos. Tantas coisas nos passam pela mente, mas o que fica é apenas a lembrança. Lembro-me dos momentos bons, do grande coração que ele possuía. De todos nós era o mais puro de coração, sempre aberto para ajudar, sem egoísmo, verdadeiramente altruísta, verdadeiramente uma criança em corpo de adulto. Mas Deus quis em sua soberania levá-lo cedo. Não disse adeus no enterro junto a sua sepultura, mas apenas até logo, pois em Cristo Jesus sei que nos encontraremos no dia do julgamento, quando o Messias retornar para nós.

segunda-feira, outubro 24, 2005

Projetos

Viso o importante
Um sonho gritante
Difícil de realizar

Por onde tentar e fazer,
se desanimar não o faço
Assino meu atestado
de covarde e medroso eu ser

A ansiedade me rói as unhas
Com o medo de não conhecer
a incógnita do sonho perdido
de amar e provar meu viver

Vou levando como posso levar
um tijolo por dia a assentar
Onde o pobre e o rico morrem
com os projetos que nunca se constroem

Autor: David Prudente Viana

terça-feira, setembro 13, 2005

Homem: Criação de Deus !

Há dias em que você se sente meio perdido, oprimido por situações as quais fogem do seu controle. Nesses momentos muitas vezes parece que você está em uma máquina, sentindo-se como uma mortadela, sendo fatiado como um lote de frios, em pequenas porções que serão servidas como finas folhas do que já foi um ser humano visível. Não entre em desespero, não sinta-se um objeto, mas, ao contrário, perceba-se como um membro da raça humana, criação suprema de Deus, e viva como tal !

terça-feira, setembro 06, 2005

Ito Ogami

Em sua trilha de sangue e morte em busca da vingança pela morte de sua esposa e amigos, Ito Ogami segue aceitando contratos de execução os quais, após aceitos, eram sempre executados, sejam os alvos merecedores ou não. Em seu cargo anterior, de executor oficial do Xogum, Ogami constava como uma das mais hábeis espadas do Japão, portanto imbatível.


Um personagem do cinema que marcou época e influenciou grandes nomes no mundo inteiro, inclusive Frank Miller e outros nos Estados Unidos,foi um ronin, samurai mercenário, sem mestre, chamado Ito Ogami, Lone Wolf, no Brasil Lobo Solitário ou Lobo com Filho, por andar com seu filho Daigoro em sua trilha de vingança e morte.

sexta-feira, setembro 02, 2005

Galinha assada à mineira .

Sapassado, era sessetembro, taveu na cuzinha tumano uma pincumel e cuzinhano um quidicarne cum mastumate pra fazê uma macarronada cum galinha assada. Quascaí de susto, quano ovi um baruí vino di dendofornu. A receita mandopô midipipoca dentro da galinha prassá. O fornu isquentô o misturô i u rabú da galinha ispludiu ! Nossinhora ! Fiquei branco quiném um lidileite. Foi um trem doidimais ! Quascaí dendapia ! Fiquei senssabê dondivim, oncotô, proncovô . Oipcevê quilucura. Grazadeus qui ninguèm semaxucô !

quarta-feira, agosto 31, 2005

Êta mundão biíto !!!!

Entre nuvens que trazem chuva, que regam a terra, que fazem com que as plantas transformem a luz do sol em vida, vida que nos alimenta e mantem a nossa vida. Vidas que morrem para que tenhamos vida, embora muitas vezes não reconheçamos, vida que surge da morte, em nosso benefício. Viva a vida !

Uma vida iluminada por um sol de alegria paixão pela vida. Vida provida por Deus que nos deseja firmados no Deus que nos ama e que através de Jesus Cristo nos reconcilia com Ele. Tal amor é tão grande que nos quer sempre presentes, morando eternamente no mundo maravilhose com o qual nos presenteou. Deus, ame-o ou deixe-o !




Viver é estar em um mundo maravilhoso com suas cores, luzes e imagens que nos fazem querer cada vez mais manter suas maravilhas, pena que muitos não pensam assim. Cada dia é a promessa de uma nova noite e cada noite a esperança de um novo dia. Viver cada momento em Deus, essa deve ser a nossa meta nesse mundo maravilhoso.

terça-feira, agosto 30, 2005

O Corvo



Existe um poema que, desde que foi escrito e veio à luz, tem causado impacto e admiração em todos que o lêem, seu nome é The Raven(O Corvo) , de Edgar Allan Poe . Um poema que encontra repercussão em todas as épocas e em todas as línguas, inclusive o português, ou curiosidades como o esperanto, até mesmo influenciando a vida de pessoas, como a Anne Varnes. Uma das mais apreciadas traduções para o português é a de Milton Amado, que apresento a seguir:

O CORVO
Edgar Allan Poe (translated by Milton Amado)

Foi uma vez: eu refletia, à meia-noite erma e sombria,
a ler doutrinas de outro tempo em curiosíssimos manuais,
e, exausto, quase adormecido, ouvi de súbito um ruído,
tal qual se houvesse alguém batido à minha porta, devagar.
"É alguém" - fiquei a murmurar - "que bate à porta, devagar;
sim, é só isso e nada mais".

Ah! claramente eu o relembro! Era no gélido dezembro
e o fogo, agônico, animava o chão de sombras fantasmais.
Ansiando ver a noite finda, em vão, a ler, buscava ainda
algum remédio à amarga infinda, atroz saudade de Lenora
- essa, mais bela que a aurora, a quem nos céus chamam Lenora
e nome aqui já não tem mais.

A seda rubra da cortina arfava em lúgubre surdina,
arrepiando-me e evocando ignotos medos sepulcrais.
De susto, em pávida arritmia, o coração veloz batia
e a sossegá-lo eu repetia: "É um visitante e pede abrigo.
Chegando tarde, algum amigo está a bater e pede abrigo.
É apenas isso e nada mais".

Ergui-me após e, calmo enfim, sem hesitar, falei assim:
"Perdoai-me, senhora, ou meu senhor, se há muito aí fora me esperais
mas é que estava adormecido e foi tão débil o batido,
que eu mal podia ter ouvido alguém chamar à minha porta,
assim de leve, em hora morta". Escancarei então a porta:
- escuridão e nada mais.

Sondei a noite erma e tranqüila, olhei-a fundo, a perqueri-la
sonhando sonhos que ninguém, ninguém ousou sonhar iguais
Estarrecido de ânsia e medo, ante o negror imoto e quedo,
só um nome ouvi (quase em segredo eu o dizia) e foi: "Lenora!"
E o eco, em voz evocadora, o repetiu também: "Lenora!"
Depois, silêncio e nada mais.

Com a alma em febre, eu novamente entrei no quarto e, de repente,
mais forte, o ruído recomeça e repercute nos vitrais.
"É na janela" - penso então - "Por que agitar-me de aflição?
Conserva a calma, coração! É na janela, onde, agourento,
o vento sopra. É só do vento esse rumor surdo e agourento.
É o vento só e nada mais."

Abro a janela e eis que, em tumulto, a esvoaçar, penetra um vulto:
- é um Corvo hierático e soberbo, egresso de eras ancestrais.
Como um fidalgo passa, augusto e, sem notar sequer meu susto,
adeja e pousa sobre o busto - uma escultura de Minerva,
bem sobre a porta; e se conserva ali, no busto de Minerva,
empoleirado e nada mais.

Ao ver da ave austera e escura a soleníssima figura,
desperta em mim um leve riso, a distrair-me de meus ais.
"Sem crista embora, ó Corvo antigo e singular" - então lhe digo -
"não tens pavor. Fala comigo, alma da noite, espectro torvo,
qual é teu nome, ó nobre Corvo, o nome teu no inferno torvo!"
E o Corvo disse: "Nunca mais."

Diversa coisa não dizia, ali pousada, a ave sombria,
com a alma inteira a se espelhar naquelas sílabas fatais.
Murmuro, então, vendo-a serena e sem mover uma só pena,
enquanto a mágoa me envenena: "Amigos ? sempre vão embora.
Como a esperança, ao vir a aurora, ele também há de ir-se embora."
E disse o Corvo: "Nunca mais."

Vara o silêncio, com tal nexo, essa resposta que, perplexo,
julgo: "É só isso o que ele diz; duas palavras sempre iguais.
soube-as de um dono a quem tortura uma implacável desventura
e a quem, repleto de amargura, apenas resta um ritornelo
de seu cantar; do morto anelo, um epitáfio: - o ritornelo
de "Nunca mais, nunca mais."

Como ainda o Corvo me mudasse em um sorriso a triste face,
girei então numa poltrona, em frente ao busto, à ave, aos umbrais
e, mergulhado no coxim, pus-me a inquirir (pois, para mim,
visava a algum secreto fim) que pretendia o antigo Corvo,
com que intenções, horrendo, torvo, esse ominoso e antigo Corvo
grasnava sempre: "Nunca mais."

Sentindo da ave, incandescente, o olhar queimar-me fixamente,
eu me abismava, absorto e mudo, em deduções conjeturais.
Cismava, a fronte reclinada, a descansar, sobre a almofada
dessa poltrona aveludada em que a luz cai suavemente,
dessa poltrona em que ela, ausente, à luz que cai suavemente,
já não repousa, ah! nunca mais ?

O ar pareceu-me então mais denso e perfumado, qual se incenso
ali descessem a esparzir turibulários celestiais.
"Mísero!" - exclamo - "Enfim teu Deus te tá, mandando os anjos seus,
esquecimento, lá dos céus, para as saudades de Lenora.
Sorve o nepentes. Sorve-o, agora! Esquece, olvida essa Lenora!"
E o Corvo disse: "Nunca mais."

"Profeta!" - brado - "Ó ser do mal! Profeta sempre, ave infernal
que o Tentador lançou do abismo, ou que arrojaram temporais,
de algum naufrágio, a esta maldita e estéril terra, a esta precita
mansão de horror, que o horror habita, - imploro, diz-mo, em verdade:
Existe um bálsamo em Galaad? Imploro! diz-mo, em verdade!"
E o Corvo disse: "Nunca mais."

"Profeta!" - exclamo - "Ó ser do mal! Profeta sempre, ave infernal!
Pelo alto céu, por esse Deus que adoram todos os mortais,
fala se esta alma sob o guante atroz da dor, no Éden distante,
verá a deusa fulgurante a quem nos céus chamam Lenora,
- essa, mais bela do que a aurora, a quem nos céus chamam Lenora!"
E o Corvo disse: "Nunca mais!"

"Seja isso a nossa despedida!" - ergo-me e grito, alma incendiada. -
"Volta de novo à tempestade, aos negros antros infernais!
Nem leve pluma de ti reste aqui, que tal mentira ateste!
Deixa-me só neste ermo agreste! Alça teu vôo dessa porta!
Retira a garra que me corta o peito e vai-te dessa porta!"
E o Corvo disse: "Nunca mais!"

E lá ficou! Hirto, sombrio, ainda hoje o vejo, horas a fio,
sobre o alvo busto de Minerva, inerte, sempre em meus umbrais.
No seu olhar medonho e enorme o anjo do mal, em sonhos, dorme,
e a luz da lâmpada, disforme, atira ao chão a sua sombra.
Nela, que ondula sobre a alfombra, está a minha alma: e, presa à sombra,
não há-de erguer-se, ai! Nunca mais!



sábado, agosto 27, 2005

katrina









Rodopiando em um turbilhão de emoções conflitantes.
Ventos de estranhos sentimentos,pulsantes, rasgantes.
Tento encontrar-me diante de tantos desencontros em mim, comigo.
Volto-me para meu ser, pulsando de atordoante fúria.
Ante tal vagalhão de ódio volto-me atonito.
Como seguirei dentro de tais ventos revoltos

Lutas e conflitos que são reais e presentes em meu ser.
Dilacero-me em busca de um corpo que me entenda.
Espirito torturado em um invólucro mudo e que não me completa.
Tomado por tais correntes de ar desvairado,
encontro-me em desalinho com meu ser integral.
Busco uma consistência em uma existência que não me complementa.
Busco uma não existência que talvez não me complete,
muito menos talvez não me atenda ou entenda.
Uma desistência mortificada em névoa de uma morte em vida,
ou vida na morte ? Morrerei...., quem sabe, descobrirei ?
Não sei como seguir, porém seguirei, sabendo que te verei novamente.


Autor : Kleverson



sexta-feira, agosto 26, 2005

Evolução !

Caso você não saiba ainda, os blogs já deram várias crias, alem dos flogs, gerando os vlogs , gerados por pessoas chamadas de videobloggers. Temos já em terras tupniquins trabalhos feitos por brazucas . Nem tudo limita-se ao cotidiano e podendo também ser divertido , ou mesmo sermos desafiados em novas tarefas , indo onde nenhum ser humano jamais esteve. Quando pensamos que uma forma de tecnologia já atingiu seu limite somos surpreendidos pelo elemento mais surpreendente: o homem.

terça-feira, agosto 23, 2005

Réquiem sob as estrelas.

Manhã fria e com névoa baixa e densa, fria e doída ! Caminhando entre carvalhos e faias, torres sinistras e escuras, que me olham como se me vissem realmente, com seus olhos soturnos e dolorosos. Continuo caminhando e pensando, talvez por isso minha cabeça esteja doendo. Nunca fui bom nessas coisas da mente. O que está realmente acontecendo em nosso mundo ? Nós terrosos sempre fomos sossegados, nunca fomos do tipo que se importavam com outros mundos ou que incomodavam outros seres. Como então acabamos nos encontrando nessa situação ? Estamos face a face com uma estrada desconhecida, que nos levará a onde nenhum terroso jamais esteve. Teremos que deixar nosso mundo mesmo não querendo, tudo causado por uma guerra que começou muito antes de eu nascer e muito longe daqui. Como viveremos, poderemos nos contentar com o solo de outro mundo, que não tenha o doce cheiro que os terrosos sempre pisaram ? Como veremos outras luas sem sentir saudades de nossos mares e montanhas ? Não sei nenhuma resposta para isso, porém os terráqueos dizem que devemos abandonar nossos céus com seus lindos anéis e irmos para um mundo quente e abafado de onde talvez nunca mais retornemos. Isto, creio eu, está além da mente de qualquer terroso, porém uma coisa eu penso: em pouco tempo nossos uivos à nossas luas não serão mais ouvidos sobre a terra. Este será o adeus dos terrosos a todas as criaturas. Criaturas que porventura muitas não nos conheçam e porventura nunca ouvirão falar de nossas trilhas e caminhadas sob as estrelas entre rochas e árvores.
Autor : Kleverson

Uma certa Quarta.

Outro dia visitando o blog da Helena , eu encontrei um texto que ela publicou no dia do meu aniversário.Após ler, gostei, achei deveras interessante e resolvi, com autorização dela, colocá-lo aqui, como segue, espero que gostem:

Quarta-feira, Junho 08, 2005

Diurnos # 2



A borrasca percorre o ar e agiganta-se do mar. Corre um ar quente e denso. Não se vê a serra e o cabo é apenas uma mancha que parece saída de algum quadro de Rothko. O ar está parada e alguns coelhos atrevem-se a cruzar o pequeno empedrado ali mais à frente. Tudo o mais está quieto. Expectante. Calor dissimulado nos dias de bruma.

Virá só o calor ou de nenhures regressará D. Sebastião? Creio que isso bem pouco importa. Venha qualquer coisa menos esta borrasca que se anuncia.

O mar descansa na sua dorida imensidão.


Ericeira, 8 de Junho 05

sábado, agosto 20, 2005

De Helena de Lisboa a velha Tróia.

Se você quer conhecer blogueiros lusitanos, essa é a sua oportunidade. Por falar nos nossos amigos portugueses, encontrei uma lisboeta,chamada Helena , ela estabelece novos alicerces para a poesia, que se a velha Tróia tivesse tais bases, a história seria outra. Ela também tem uma amiga, chamada Naomi , que tem umas fotos maravilhosas, vale apena ir até o Japão para ver. Conheci também uma poetisa, verdadeira navegante das artes da poesia,chamada Marilia. Ela tem um estilo gostoso, suave e intimista sem ser piegas. Amei ! Vou colocar um poema dela pra vocês apreciarem :

Um poema
faltou o rapaz do meio
por que ele não veio?
porque foi cobrir alguém.
alguém que faltou?
cobrir um corpo já frio
com o cobertor do silêncio.
alguém que já foi
e não volta
não é matéria de poesia.
poesia é ler poesia
poesia é beleza fria
não este dia quente
hoje estampado em notícia
da qual o coração desvia.
eu me calo
que me ensinaram a perder
a voz cada vez mais fraca
eu grito mas tão escuro
que o silêncio me enterra
e o grito no terror dos gritos
ensurdece -
porque é preciso silêncio
mais que um minuto de nadas
pra lembrar a morte
que vive todos os dias
please please go home
brother is only a friend
mas você não entende
você acha que preciso
da forja do fogo amigo
de ter medo do imprevisto
de um amor clandestino
não preciso de armas
enquanto tiver palavras
nem da proteção do fogo
que cuspe o logro do fogo
quero o pequeno mundo
eu quero paz na aldeia
quero voltar pra tribo
não o mundo perfeito
fio frio abandonado
pelo sangue quente
les enfants de ma patrie
são os primeiros a cair
mas não em vão:
sobre um pedaço de papel
no peito do morto à toa
flutua a palavra Não.

Autora: Marilia

sexta-feira, agosto 12, 2005

Cristo é Vida e Liberdade !

Aí meu irmão, se tu curte um jeito mais underground de ser cristão, tem uma opçao, bem como uma rádio também pancadão , com um som da pesada, white metal do bom ! Essa dica vai em homenagem ao meu brother Jefferson, um cara que sabe das coisas de Cristo. Em caso de outro som tu pode se virar com essas estações ! Encontrei uma rádio black gospel , experimenta.

quarta-feira, agosto 10, 2005

Upgrade no conhecimento.

Se vocês não sabem, o meu amigo David agora é um escritor com poemas publicados em um livro editado pela Faetec ! E espero que ele consiga agora escrever com essa vida de um monte de cursos na faculdade para fazer ao mesmo tempo. Eu desejo a ele muito progresso, e claro que eu vou tirar uma casquinha e pedir a ele pra continuar me ensinando como ele tem feito.

Quem tem ouvidos ouça.

Oi menina ! Espero que tudo esteja bem contigo. Nós nos últimos tempos não estamos indo muito bem, né ? Não sei se tenho errado muito com você, mas o que sei é que não quero que a situação continue assim. Espero que você me perdoe se te magoei em algum momento, com palavras ou atos. Em nossas vidas temos que saber reavaliar nossas ações e ter humildade para voltar ao caminho correto, ou mesmo à trilha, se o caminho tiver se resumido a isso. Em nossa relação o nosso caminho tranformou-se, acho eu, em um caminho de cabras despenhadeiro abaixo. Eu não quero que continue assim até a desaparecer no limbo. Preciso que o passado se transforme em apenas algo no passado e que não atrapalhe ou me incomode. Que nós possamos voltar a ser bons amigos. Beijos.

Autor: Kleverson

domingo, agosto 07, 2005

Vivendo.

Estou me sentindo bem, porém com uma dor de cabeça leve porém chata, incomodando, que nem chulé: não larga do meu pé. Atravesso a passarela da estação de trem em Saracuruna e olho para o maravilhoso cenário da Serra dos Órgãos em uma noite de céu estrelado, sem uma nuvem e iluminada por uma lua deslumbrante. Até esqueço que tenho cabeça ! Lembro-me de uma longa e cansativa caminhada por essa serra até ao pico da Pedra da Cruz, que valeu cada gota de cansaço pelo prazer da visão de lá de cima. Só algo como isso para tirar prazer da fadiga e do esforço prolongado. Penso em tudo que já fiz na vida, tanto o que foi bom quanto as besteiras e idiotices. Fiz muito pouco e tenho muitas coisas boas a viver. Preciso viver para ser como o meu Deus, que fez esse céu maravilhoso, quer que eu seja, tendo sempre presente em minha vida a Sua soberania. Viva a vida em Deus !

Autor : Kleverson

quinta-feira, agosto 04, 2005

Vento nas pradarias.


















O vento sopra como um amigo antigo, que pode demorar mas está sempre voltando para me ver e trazer notícias de perto e de longe. Agora me traz novas de morte, com seu cheiro de podridão sem fim. A muitas luas que estamos em busca de paz e vida. Embora possa parecer estranho um guerreiro buscar paz, só na paz é que poderemos salvar a pouca vida que nos resta. O grande Pai Branco nos prometeu que não nos perseguirá mais, que nós não seremos exterminados como folhas secas ao fogo. Não sabemos o que aguardar, pois os brancos já nos mentiram tanto que muitas e muitas luas já se passaram após a última verdade que nos foi dita por eles. Saberemos agora ou então morreremos defendendo nossa vida, é a única que conhecemos e não sabemos viver de outra forma. Que os bravos do amanhã sejam fortes em vida e lembrem-se de nós mesmo que o vento não lhes traga mais notícias de nós em seus ouvidos. Se não ouvirem o vento falar de nós, saibam que morremos como guerreiros, pois vivemos como bravos.

Autor : Kleverson.



quarta-feira, agosto 03, 2005

Éons














Visão de velhas idades
quando guerreiros caminhavam sobre a terra
como senhores de antigas cidades.

Antigas batalhas a sombra de seus galhos,
raízes regadas com sangue de samurais.
Vidas esquecidas de homens falhos.

Priscas eras de lutas e batalhas,
quando homens se julgavam imortais.
Porém, mortais como pequenas gralhas.

Nevoeiros de eras passadas
a tudo encobriram.
Vidas vitoriosas ou fracassadas.

Tudo passou, tudo pereceu,
porém como sentinela eterna,
apenas você permaneceu.

terça-feira, agosto 02, 2005

Tarde de sol.

Uma linda tarde de sol, com uma brisa doce e suave em pleno veranico de inverno. Melhor impossível, só Deus mesmo para nos dar um momento tão belo e gostoso. Estou com uma amiga muito querida, sentado na calçada e conversando com ela, ouvindo-a em seus problemas, que são difíceis enquanto pessoais e intransferíveis. É gostoso conversar com ela, uma pessoa muito doce e sensível, atribulada por momentos em sua vida que fogem ao seu controle, mas que se mantem forte e firme em seu caminho diante de Deus. Agora te falo de novo amiga, que Deus tem algo maravilhoso pra você, como sua filha Ele te ama demais e não te abandonará. Continue sendo uma pessoa forte e na presença do Altíssimo, sempre consciente que Sua soberania é suprema em nossas vidas e Sua palavra nosso melhor livro.

segunda-feira, agosto 01, 2005

João.















Trem lotado, marmita na mão,
em dia de frio e nevoeiro.
Assim apressado e ligeiro,
chegou correndo João.

Nem bem entrou, a porta fechou,
trancando sua cara amassada
em meio a multidão enlatada.
Com o suave balanço até cochilou.

Em sua cabeça dançando
estavam de criança lembranças.
Como Carla e suas tranças,
menina, em sua casa brincando.

Eia que bruta solavanco !
De chofre para o trem na estação,
no colo da velhinha quase cai João.
Perdão, não deu pra segurar o tranco !

Eis que para a composição.
João salta e segue seu caminho,
absorvido na fervilhante multidão.

Rápido subiu no onibus lotado,
a carteira procurou.
Droga, logo hoje fui roubado !

Com o cobrador desenrolou,
para a viagem prosseguir.
Assim no trabalho chegou.

Do chefe foi ouvindo,
a bronca pelo atraso.

Na cara foi tinindo
mas ele não fez caso.

Trabalhando, logo tá na hora do rango !

Arroz com feijão
e um disco voador.

Não tá mole não !
Uma dureza de horror.

Que doce apito afinal,
trabalho agora só segunda.
Finalmente em casa com o pessoal !

Êta trem atrasado,
vou sair com a Raimunda
no primeiro feriado.

No balanço do trem,
João só dormitando,
cansado como ninguém.

Depois de duas horas de viagem,
andando pela rua,
olhando uma baita lua
e todo doído de friagem.

Em casa chega João,
sua filha Carla vem correndo,
seus doces logo querendo,
mal o pai vê no portão.

Um beijo em sua filha
todo o cansaço vencendo,
a longa escada descendo,
querendo logo vêr a família.

O despertador a berrar,
danada de vida dura.
Chave na fechadura,
já vai João trabalhar !


Autor : Kleverson








Fases.















Cheia de si
Minguante de amores
Nova de lágrimas
Crescente de mágoas

Alma cheia...de vácuos
Alegria minguante
Vida nova
Angustia crescente

Cheia de esperança
Minguante em raiva
Nova de amores
Crescente de renovação

Selene enamorada
Pelo Sol de sua vida
Em uma Terra encantada
de magia e sedução


Autor : Kleverson




domingo, julho 31, 2005

Manhã de domingo.

Tem dias e momentos em que doces e aromáticas presenças nos visitam inesperadamente, alegrando nossos momentos mais solitários e introspectivos. Algumas vezes são colibris, outras esvoaçantes abelhas zumbidoras e alegres ou multicoloridas ou até mesmo multicoloridas borboletas e aladas libélulas. Mas a que superou todas essas foi a da Esther , estrela brilhante e que supera qualquer constelação de qualquer magnitude. Essas visitas são as que iluminam nossas manhãs e as tornam radiantes e com aroma de biscoito de polvilho e café com leite de cabra. Beijos mil procê menina e obrigado por sua atenção.

quinta-feira, julho 28, 2005

Thunderbirds


Essa é pra quem curtiu muito uma grande época da animação, feita em supermarionatiom, os maravilhosos Thunderbirds.

Lar doce lar !

É aqui que eu moro galera, lar doce lar, não vou dizer que é um paraíso, mas Saracuruna é um lugar único, a única roça com três lan houses ! Pode ? Qualquer dia desses eu coloco uma foto do local mais extraterrestre do mundo, isso é Saracuruna , onde os ETs abundam ! Saracuruna para quem não sabe é um bairro de Duque de Caxias, cidade localizada no estado do Rio de Janeiro, no Brasil ! Nem sempre tá sol, nem sempre chove, mas se cê quiser saber como tá o tempo na minha terra, eu te digo.

terça-feira, julho 26, 2005

Caras cês não sabem como um pequeno extraterrestre sofre nesse planetinha frio, principalmente em ponto de onibus. Nesse ponto onde eu estava na tal da Praça da Bandeira não passava um busão pra Saracuruna !


quinta-feira, julho 21, 2005

Ser ou não ser humano no tal do dia do amigo !












Tudo bem que eu sou um cara baixinho, meio careca e barrigudinho, mas nem por isso tá escrito nas estrelas que eu sou São Jorge e tenho que sair por aí encarando bicho feio. De vez em quando podia pintar alguém mais bonitinho pra variar. Tudo bem que beleza não e carteira de identidade e que as figuras até que são bacanas, legais, gente fina , mas é barra pesada demais encarar só peças desse tipo sempre.



E a guria ainda queria que eu conhecesse o irmão dela. O idiota aqui foi até lá e quando viu o mané quase saiu correndo de tão esquisito que era o cara. Ele ainda queria apertar a minha mão, pode !




Esse é um dos motivos pelo qual nunca mais pego esse onibus da linha Central - Saracuruna ! Topo com umas figuras que nem essas, caio na besteira de virar amigo delas e passo a frequentar as festinhas, reuniões de família e dá no que deu. Tenho de aturar coisas como as fotos abaixo, e não dá nem pra fingir que não conheço quando encontro na rua. Feliz é o meu amigo David que não passa por isso, pois em Jardim Primavera as garotas são mais bonitas e as festas mais vips !

Indo onde nenhum ser humano jamais esteve, embora algumas amigas minhas não possam ser chamadas assim, pelo menos não de olho aberto. Uma delas é a Leila, minha vizinha, só com muito boa vontade dá pra dizer que ela é racional.















Tem uns outros amigos que também não raciocinam muito bem, olha uma foto da reunião de família do César ontem, e era uma festa !

sábado, maio 28, 2005

Tudo é uma questão de coragem e paciência !

Será que tu és um gajo paciente e/ou corajoso ? Tem que ser uma das duas coisas ou as duas de uma vez. Tem um camarada meu, o David, que é um camarada paciente e normal, apesar de nem todo mundo concordar comigo. Afinal normal todo mundo é, mesmo quem gosta de lego é normal...ou quase. Quem sabe se você mudar o seu modo de ver o mundo. Tudo é uma questão de ponto de vista.Após carregar a pagina deem um click para iniciar.(Depois clicar em qualquer parte da pagina e segurar o botão. Se você colocar o mouse para cima aumenta o zoom, se colocar para baixo diminui o zoom.) Quem sabe assim observemos melhor nossa boa e velha Terra.

quarta-feira, maio 18, 2005

Ide por todo o Mundo !

Você conhece a face de Cristo em chinês , ou em coreano ? Pois estamos tão acostumados a pensar em um Jesus Cristo só nosso, que esquecemos que os povos estão sedentos de salvação. Não foi por acaso que Jesus comandou aos judeus irem por todo mundo levando as boas novas de salvação que chamamos popularmente de evangelho. Embora Israel fosse o povo escolhido de Deus, era seu propósito eterno estender a todos nós a salvação através da adoção na vida de Yeshua haMashiach, Jesus o Messias prometido a Israel.

sexta-feira, maio 13, 2005

Moolight Serenade

Moonlight Serenade.


Cinzentas cores me rodeiam, sob um céu coalhado de frias estrelas que de mim riem. Não estou louco, posso ouvir suas gargalhadas, pois vou morrer em poucas horas e todos sabem que loucos não morrem.
Aliás é por muito saber que estou nessas desoladas areias selenitas aguardando que Hella me dê o seu beijo gelado, sem Valkírias cavalgando em minha direção. Menos um sueco no universo, e daí ? Em poucas horas meu suprimento de ar acabará e o segredo que todos querem esconder irá comigo para o além, ninguém quer que tão vivas imagens sejam divulgadas. Ninguém quer saber exatamente o que é aquele objeto espinhoso, entrelaçado em forma de um círculo, que nós encontramos na planície selenita.
Olho o relógio. Faltam vinte minutos, ligo o rádio e consigo sintonizar uma estação brasileira de música clássica passando um programa sobre trilhas sonoras de cinema, apresentando a trilha de Apocalipse Now, bem a propósito. Será minha serenata de adeus, sem luar.





Autor: kleverson

Aromas da vida

Aromas Cheiros Odores
Perfumes Fedores Fragâncias


Aromas de especiarias de
terras distantes.
Cheiro de terra molhada
na caatinga.
Odor de um passado
distante.
Perfume de um presente
não tão distante, poucos
centímetros e uma
paixão.
Fedor de vidas sujas e
não passadas a limpo.
Fragâncias de pequenos
momentos de vida em
crescimento.
Vidas em direção a
aromas de terras não
tão distantes,
com cheiro e súor
de novas peles e novas
sensações.

Odor de exóticas madeiras,
perfume de cores em
flores alienígenas a
nossos sentidos.
Fedor de novas mortes
e novos mortos.
Fragâncias de corpos
humanos no sexo,
espíritos sem cheiro
em corpos suarentos,
envólucros malcheirosos com
pretéritos odores perdidos
na memória.

Em todos os continentes
do mundo, em todos os mundos
das estrelas ande
o homem chegar,
na vida e na morte,
seus aromas o
seguirão.
A vida tem o cheiro
da morte,
a morte o aroma
da vida...
que se foi.

Autor: kleverson

terça-feira, abril 12, 2005

Amigos

" Temos obrigação moral de não abandonar aqueles qu
nos ajudaram nas horas mais difíceis de nossa história
"

Nelson Mandela
Presidente da África do Sul, defendendo as relaçoes de
seu país com Cuba, Líbia e Irã, durante encontro com
Bill Clinton.




Yahoo! Acesso Grátis - Internet rápida e grátis.
Instale o discador agora! http://br.acesso.yahoo.com/

terça-feira, abril 05, 2005

A Verdadeira Páscoa de Deus.

" Para toda a Humanidade, que hoje parece tão perdida e dominada pelo poder do mal, egoísmo e medo : Nosso Senhor ressuscitado nos dá seu amor que perdoa, reconcilia e reabre a alma à esperança. A gloriosa Aleluia da Páscoa ressoa. Hoje, a leitura do Evangelho de São João mostra como Crissto ressuscitado apareceu aos apóstolos e lhes mostrou suas mãos e seus pés, os sinais de sua dolorosa Paixão marcados indelévelmente em seu corpo, inclusive depois da ressurreição. "

João Paulo II

sexta-feira, março 18, 2005

segunda-feira, fevereiro 28, 2005

Porcas e Parafusos

Inesquecível !

Afinal, qual é o clube que é cantado até pelos maiores adversários ?

Hino do Flamengo
Lamartine Babo


Uma vez Flamengo
Sempre Flamengo
Flamengo sempre eu hei de ser
É o meu maior prazer
Vê-lo brilhar
Seja na terra
Seja no mar
Vencer! Vencer! Vencer!
Uma vez Flamengo
Flamengo até morrer

Na regata ele me mata
Me maltrata, me arrebata
Que emoção no coração!
Consagrado no gramado
Sempre amado, o mais cotado
Nos Fla-Flus é um ai, Jesus!

Eu teria
Um desgosto profundo
Se faltasse
O Flamengo no mundo
Ele vibra, ele é fibra
Muita libra já pesou
Flamengo até morrer
Eu sou!

quarta-feira, fevereiro 23, 2005

terça-feira, fevereiro 22, 2005

segunda-feira, fevereiro 21, 2005

Today in Iraq

greycity

Na Trilha de M�bius: Agosto 2003

Praia

Alô, aqui tá muito bom !



Amorim .

EXTERMINADORES.

---- Eles não têm fome. Não têm medo. Não desobedecem ordens. Não ligam se o sujeito ao lado acabou de levar um tiro. Vão fazer um trabalho melhor que os humanos.


Gordon Johnson, do Comando das Forças Conjuntas do Pentágono.

sexta-feira, fevereiro 18, 2005

Poema

Você precisa Renascer


O mundo virou de cabeças prá baixo e todo
mundo esperneia gritando socorro!

Com falso otimismo, muitos pensam que não pode
ficar pior do que está e esperam dias melhores,
outros tentam "salvar a pátria" com propostas
de um mundo novo, homem novo, prometendo o impossível.
Todos esperam, esperam, sem ver nada mudar,
piorar e deixam-se envolver, defendendo o que é seu,
e se armam contra tudo e todos, fugindo...
fabricando um mundo paralelo onde vivem sua particular
realidade imaginária, e se conformam,
se acomodam, ficam loucos!


Pluripartido será o homem, estratificado e
Se desintegra
físico-psico-emocional-filosófica-científica-espiritualmente.
mente.
Atrás de mudanças-coisas novas-o homem foi muito
longe, demais-tão longe que já não pode mais ver
Deus-o Criador- onde ficou?

Rejeitou-anulou-matou Deus
e agora sem Deus
não sabe o que deve e pode fazer
perdeu os limites-infinitos
e se perdeu em limites traçados, legados, subjugados,
apertados no espaço no tempo na mente no corpo na alma
sem calma em dura certeza de ser dominado sem querer
ser.


Na procura de domínio dos povos, das gentes,
o cetro da direção do mundo, da vida, da alma
tirada de Deus, vai passando para mãos encarquilhadas,

ressequidas, malignas do Anti Deus que domina o homem,
reinando contra mas ?faz de conta que à favor?
do homem que se volta até contra si mesmo
pois zombando de Deus, sem nenhum temor,
perdeu todo senso de respeito.



E assim caminha a humanidade
Trocando o ter saber com Deus
por devaneios, mentiras, fantasias,
promessas não cumpridas...
Aladins, Pequenos Príncipes, Alices, Mundos Mágicos,
Mil e Uma Noites, Ets, OVNIs, vozes siderais que
apontando e ordenando em direções ignotas opostas,


?se opõe e se levanta contra
tudo o que se chama Deus ou se adora
e se assenta como se fora Deus,
no templo de Deus,
querendo parecer Deus.?


Muitos anticristos se levantam e
fazem falsa paz com ferro, morte e pão.


Solução aqui na terra? Retornar para Deus!
Solução prá esse estado de coisas? Renascer para Deus:
Enquanto o Anti Cristo não reina
Enquanto Cristo não volta
Enquanto o juizo não chega


VOCÊ PRECISA RENASCER

O Retorno- o Milênio-o Juízo Final-O Reino do Céu
Assuntos perdidos nas gavetas da memória,
mas registrados para sempre nos céus.
Esquecidos dos homens
mas programados no tempo de Deus.
O mundo já entrou na contagem regressiva.

?Buscai ao Senhor,
enquanto se pode achar,
invocai-o enquanto
está perto!?


Autoria: Comunidade S8.

______________________________________________________

quinta-feira, fevereiro 17, 2005

Espaço MAC

http://www.apple.com.br, http://www.terra.com.br/macmania, http://www.uol.com.br/macpress, http://www.macbbs.com.br

HIDROTERAPIA

Recupere sua saúde e boa forma sem sofrimento !
Dr. ROGÉRIO MARINHO
FISIOTERAPEUTA
Crefito-2 N 5432-LTF
TEL.: 2678-5494/2678-6130
CEL.:9723-3635

segunda-feira, fevereiro 14, 2005

Blogueiros

http://www.templatesbymarina.com, http://www.blogs.com.br, http://weblogger.terra.com.br, http://www.mypage.com.br, http://spaces.msn.com, http://www.weblog.com.pt, http://www.busythumbs.com, http://www.mhost2.net, http://www.livejournal.com, http://www.greatestjournal.com, http://www.cjb.net, http://www.bitacoras.net, http://www.bloglines.com, http://www.kemeniel.com.br, http://www.layoutsbrasil.blogger.com.br, http://www.gifs.com.br , http://www.interney.net/blogfaq.php, http://www.dicasparablog.com.br/, http://jornaldoblogueiro.com.sapo.pt/index.htm, http://www.jornaldoblogueiro.blogger.com.br/, http://sal2002.sites.uol.com.br/const/construtor.html

Nostalgia.

http://www.retrotv.com.br, http://www.memorychips.com.br, http://www.desenhomania.hpg.ig.com.br, http://www.thunderbirds.com, http://www.fanderson.org.uk

NationaroKido e outros Japas.

http://www.natinarokido.hpg.ig.com.br, http://www.awika.com.br, http://www.animanet.com.br, http://www.mangax.com, http://www.ninjadojo.com, http://www.japaoonline.com

USA

http://www.fbi.gov, http://www.cia.gov, http://www.nano.gov, http://www.nasa.gov

Museus

Christian Underground

http://www.zadoque.com.br, http://www.projetovidanova.com.br/cavernadeadulao, http://www.infinitude.zip.net, http://www.jesusrock.weblogger.terra.com.br, http://www.restband.cjb.net, http://www.pfg.com.br, http://www.ferecords.cjb.net

Espaço Criança.

http://www.smilinguido.com.br, http://www.migmeg.com.br, http://www.turmadoedi.com.br. http://www.orni.com.br, http://www.disney.com