domingo, julho 31, 2005

Manhã de domingo.

Tem dias e momentos em que doces e aromáticas presenças nos visitam inesperadamente, alegrando nossos momentos mais solitários e introspectivos. Algumas vezes são colibris, outras esvoaçantes abelhas zumbidoras e alegres ou multicoloridas ou até mesmo multicoloridas borboletas e aladas libélulas. Mas a que superou todas essas foi a da Esther , estrela brilhante e que supera qualquer constelação de qualquer magnitude. Essas visitas são as que iluminam nossas manhãs e as tornam radiantes e com aroma de biscoito de polvilho e café com leite de cabra. Beijos mil procê menina e obrigado por sua atenção.

Um comentário:

esther maria disse...

kleverson, boa tarde

vim agradecer sua gentileza e desejos de restabelecimento. melhoro, mas ainda falta. por isto peço desculpas pela demora em responder ao comentário que me dá medo e emociona. medo, porque a gente nunca é assim, só às vezes pode ser que seja, assim como você descreve. e penso: e se um dia decepcionar kleverson e também a mim? o que canso de fazer, pois me decepciono muito comigo. emocionada, porque as palavras são carinho e os sentimentos expressos são afagos nesta alma antiga que está profundamente agradecida. desejo que com estas palavras gentis eu possa constuir pelo meno um desejo de assim ser. um abraço.